Segunda - sexta 08h às 12h e 13h às 16h e aos Sábados 7h às 12h | 11 94818-6639

FEBRE TIFÓIDE

O que previne?

  • Febre tifóide.

 

O que é Hepatite B?

  • A febre tifoide é uma doença infecciosa causada pela bactéria Salmonella typhi.
  • São inúmeras as infecções causadas por água e alimentos contaminados e a febre tifoide está entre elas e pode ser evitada com vacina.
  • Ocorrências dessa natureza são facilitadas por um sistema sanitário deficiente somado a condições de higiene ruim e baixa condição socioeconômica.
  • Pode acontecer em qualquer lugar do mundo, mas é mais frequente em países do sudeste asiático e África.
  • A doença se caracteriza por febre prolongada, dor de cabeça, náuseas, perda de apetite, constipação intestinal ou diarreia. A maior parte dos casos evolui bem.

 

Transmissão

  • Transmitida geralmente pela ingestão de alimentos ou água contaminados.
  • O tratamento requer uso de antibiótico.
  • Algumas pessoas, mesmo quando tratadas adequadamente, podem tornar-se portadoras crônicas da bactéria alojada na vesícula biliar, onde permanece por muito tempo sendo eliminada periodicamente, o que contribui para infectar outras pessoas.

 

Faixa Etária

  • Crianças a partir de 2 anos de idade, adolescentes e adultos que viajam para áreas de alta incidência da doença, em situações específicas de longa permanência e após análise médica criteriosa.
  • Profissionais que lidam com águas contaminadas e dejetos.

 

Pedido Médico

  • Precisa ser avaliado necessidade da vacina, a mesma não faz parte da rotina.

 

Esquema Vacinal

  • Uma dose.
  • A vacina confere proteção por três anos, de modo que a revacinação pode ser recomendada após este período, se o risco de adoecimento persistir ou retornar.
  • O Brasil dispõe de vacina para febre tifóide, mas ela não é recomendada de rotina.
  • Sua indicação deve ser considerada para viajantes que se dirigem às áreas de risco e lá permanecerão por tempo prolongado.

 

Via de Aplicação

  • Intramuscular ou subcutânea.

 

Efeitos e Eventos Adversos

  • A vacina febre tifóide causa poucas reações, sendo as mais frequentes relacionadas com o local da aplicação: dor, vermelhidão, inchaço.
  • Outras possíveis reações: febre, dor de cabeça, mal-estar, náuseas e coceira. 

 

Interação Entre Vacinas

  • Pode ser administrada com outras vacinas vivas ou inativadas.

 

Orientações

  • Compressas frias (temperatura ambiente) aliviam a reação no local da aplicação. Nunca realizar compressas quentes ou geladas.
  • Em casos mais intensos pode ser usada medicação para dor, sob prescrição médica.
  • Sintomas de eventos adversos persistentes, que se prolongam por mais de 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser investigados para verificação de outras causas.

 

Contra indicação

  • Em caso de doença aguda com febre, a vacinação deve ser adiada até que ocorra a melhora.
  • Indivíduos com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da vacina.
Entre em contato
© 2022 - Biológico Vacinas desenvolvido por ConnectAll